Desce mais uma por favor!!!

papo-de-boteco

Quem nunca foi em um butequinho bem típico, com mesas de metal enferrujadas, cadeiras mancas, aquele espetinho assando na churrasqueira de esquina e tudo mais? Enfim, adoro este tipo de ambiente, onde aparecem personagens fenomenais, mas desconhecidos fora daquele antro.

No balcão se localizam os freqüentadores diários e mais antigos da casa, velhotes com a camisa meio aberta, uma bermuda daquelas de linho e chinelas marrons…tragando um bom e fedido cigarro de marca paraguaia. Ao tragos de pinga e se deliciando com azeitonas e salsinhas curtidas no vinagre, eles põe a conversa em dia, ou assistem o noticiário ou jogo através de uma TV antiga de madeira.

Do outro lado do balcão se localiza o dono do buteco, muitas vezes ríspido, com um guardanapo úmido nas mãos e uma caneta na orelha.

Já repararam na decoração do ambiente? Vários pôsteres de cerveja, tubaína e de bingos que correm pela TV aos finais de semana… e geralmente plaquetas com dizeres bastante interessantes, e muitas vezes, endereçado as pessoas certas.

Como por exemplo:

“Fiado é igual barba, se não cortar, cresce”

“Fiado só para maiores de 90 anos acompanhados dos pais”

“In god we trust, all the others pay in cash”

“Fiado? Só em dia de feriado, que o boteco está fechado”

“Para não haver transtorno, aqui neste barracão, só vendo fiado a corno, filho da puta e ladrão”

“O tio que vendia fiado saiu”

1127616

E quem já não viu os famosos quadros de time de futebol? Aqueles de campeonatos de 70 onde se usava calção curto e cabelo black power . Ou então aquelas antigas baleiras de rodar que alguns butecos ainda preservam, onde continham produtos como bala chita, sete bela, bala pipper, entre outros, sem falar dos troféus de campeonatos que o time do bairro ganhou durante os anos.

No banheiro de um tradicional buteco (com cheiro de jaula), pode se encontrar uma forma bem legal de se destrair enquanto se alivia, basta olhar para a caixa da descarga, onde algumas pessoas escrevem sentimentos que afloram somado as pingas já tomadas, como por exemplo:

“quem está lendo isso é viado!”

“Estive aqui mijando 03/02/09”

“Tua mãe é minha”

“Conhece Pinho Sol?”

E o famoso churrasquinho? Na esquina o sujeito com sua máquina fumegante, feita com uma roda de caminhão, soldada a duas perninhas de metal onde esturrica seus variados tipos de carne…asinha de frango, lombo, kafta, lingüiça, etc…

Aquela fumaceira toda cortando as mesas e entrando para dentro do bar, defumando os clientes já acostumados com a mudança repentina do vento. O som ambiente, embalando sucessos sertanejos antigos e atuais saindo por caixas que se igualam as de abelhas de tanto zum zum zum que emitem, dando mal contato em certas partes das músicas.

Tomar uma cerveja gelada, estar com alguns amigos, conversar, rir e poder sentir um pouco desta grande tradição brasileira é uma boa pedida para um happy hour….No meu caso é a opção mais barata e mais divertida que encontro em certos dias.

Pode não ser uma coisa fina, requintada e nem mesmo ter gelinhos com limão no banheiro…

Mas em muitas situações o menos é mais… também para se divertir…

Curtir as coisas simples da vida também vale muito a pena.

Fui!

Anúncios

9 Respostas

  1. kakakakakaka, cara só falto o bom e velho truco sendo jogado por 4 caras numa mesa de canto com tentos sendo contados com feijão ou tampinha kakakakakakak melhor ambiente para diversão não há kakakakaka

  2. hahaha verdade, os tiozão ficam mastigando um palito de dente no canto da boca durante horas e as bermas tão baixas que a bunda fica toda de fora hahaha
    boa!

  3. zezinhooooo tananananann seu locoo fico animal bjo tananannananannanana

  4. uahueuheauha aooo tiooo ta 10 emm vi o bar dos meus tio ali igualzinho o ke vc falou…
    e saudades a parte….
    abraço irmao

  5. Nossa velho, apesar de eu não tomar a “boa cervejinha” como vc se refere esse post foi excelente e reflete a realidade dos botecos ahuahua, bem massa!

  6. Putss manoo..
    q saudade dessa epoca.. hauhauha
    vc devia ter colocado tbb os fliperamas huaha
    epoca boaa matava ate aula pra joga…
    abraço

  7. Idem. amo muito tudo isso e mais um poko

  8. So pra complementar as frase filosoficas de porta de banheiro que eu li num buteco e racho bico ate hj: “não adianta chacoalhar, o ultimo pingo é sempre na cueca” hauahuah – buteco é o q há….so tem figura…fora os bebaços que chegavam atropelando as mesinhas e contando historias..dizendo que vieram de longe so pra ve se vc tinha un troco…e qdo vc dava a grana o fdp entrava no buteco e pedia uma brankinha..hauahua

  9. Bom demais! Um legitimo cronista do estilo de vida de um tradicional Bar! Foda Ze!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: